Area médica. Acesse aqui.

Banco de conhecimentos

Encontre um Caso Radiológico, selecione abaixo a especialidade ou faça uma busca.

Fístula arteriovenosa pulmonar

A fístula arteriovenosa pulmonar é caracterizada por uma comunicação anormal entre uma veia e uma artéria pulmonar. As conseqüências da presença de fístula dependem principalmente do calibre dos vasos comprometidos. Quando a anastomose ocorre entre uma pequena artéria e veia periféricas, geralmente não há alteração hemodinâmica significativa. No exame tomográfico pode ser difícil, em alguns casos, diferenciar entre a presença de uma pequena fístula arteriovenosa periférica e uma bronquiectasia com impactação mucóide, por exemplo. Nestes casos a reconstrução do tipo projeção de intensidade máxima (MIP) pode ser útil, como podemos observar nas figuras. A figura superior mostra um corte axial em que a seta indica uma estrutura serpiginosa na periferia do lobo inferior do pulmão direito. Pela reconstrução MIP, realizada ao longo do maior eixo dos vasos, percebe-se facilmente a comunicação anormal entre artéria e veia, que caracteriza a presença de uma fístula.

Clique na imagem para ampliar

Data: 29/11/2008

Por: Sérgio Lins